Correr dos seus problemas não te fará emagrecer

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Todos nós funcionamos de maneira parecida: se fazemos algo de que não gostamos, precisamos fazer algo que gostamos para fazer nossa alegria e sanidade. Né não?

Muitas pessoas gostam de se descontrair fazendo atividade física, assistindo a um filme, conversando com os amigos. Mas muitas desenvolvem hábitos nocivos para tentar aliviar as dificuldades que passaram ao longo do dia. Buscam o álcool, as drogas, a comida por distração. Pode parecer estranho colocar a comida junto às demais drogas, mas, pela quantidade excessiva, seu efeito é absurdamente nocivo.

Quem direciona o prazer para o álcool causa problemas na família. Para o jogo, têm problemas na vida financeira. Há quem não direcione para nada, e têm crises de dor de cabeça. E quem direciona para a comida, sobrecarrega o corpo e enfraquece sua saúde.

A escolha pelo doce como forma de prazer é a mais comum. O doce é acolhedor, e é onde o paladar encontra a maior fonte de prazer.
É fácil observar pessoas que apresentam compulsão por doces pioram quando terminam relacionamentos, estão sob pressão, ou quando estão sem rumo na vida. Isso torna clara a visão de que, em muitos casos, a busca pela comida apenas reflete a fome de emoções não satisfeitas.

Entenda seus sentimentos! Resolva-os! Encare-os de frente! Não crie mais problemas tentando empurrar para debaixo do tapete o que te aflige. A comida não deve ser um tapador de buracos.

Um abraço,
Coach Natália Torres.