Por onde o medo passou*

Medo é o assassino da mente.

Medo é a pequena morte que traz obliteração total.

Eu vou encarar meu medo.

Vou permitir que ele passe por mim e através de mim.

E quando ele passar, vou virar meus olhos pra dentro para enxergar o caminho que ele fez.

Por onde o medo passou, não existirá mais nada.

Sobrará apenas eu mesmo.

*por Frank Herbert.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>