Se apaixone pelos rótulos!

No Brasil não há fiscalização eficiente na rotulagem dos alimentos!

Por isso, não viva de fachada! Namore os rótulos!

A palavra “integral”, por exemplo, aparece em muitos pães e torradas. Mas, se liguem! Vire a embalagem e procure pelos ingredientes. É LEI: OS PRIMEIROS INTENS DA LISTA SÃO SEMPRE OS QUE ESTÃO EM MAIOR QUANTIDADE. No caso dos pães, se “farinha de trigo fortificada com ácido fólico” aparecer antes de tudo, fuja. Esse pão é mera farinha branca refinada, que recebeu alguns dos nutrientes perdidos no processamento. Procure, então, por marcas que têm “farinha de trigo integral” como primeiro ingrediente.

Outro setor bom de lábia é o dos “diets” e “lights”. Tirar ou reduzir um ingrediente da fórmula nem sempre é muito vantajoso. O chocolate diet, por exemplo, não tem açúcar. Mas ganha gordura, perde em sabor, e tem praticamente as mesmas calorias do chocolate tradicional. Muito achocolato em pós “light” traz adoçante na fórmula, mas o açúcar ainda é o primeiro ingrediente da lista. Vem antes do cacau em pó.

Caso decida colocar margarina, sorvete e biscoito no carrinho do supermercado, feche comigo: você vai olhar além das calorias! Se na frente da embalagem não houver “sem gorduras trans”, desconfie. Se, atrás, aparecer gordura ou óleo vegetal hidrogenado – ou parcialmente hidrogenado – bingo! Ele tem a safada da gordura “trans”.

Um abraço,
Coach Nati Torres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>