Todos querem disciplina, mas poucos cuidam da ansiedade

 

disciplina vs ansiedade

Sempre me perguntei porque as pessoas compram quatro vezes mais o Personal Training da Disciplina que o Personal Training do Controle da Ansiedade ou o Personal Training  Zen, mas nunca consegui encontrar a resposta. Até hoje.

Uma coachee, que adquiriu o Personal da Disciplina, estava com uma dúvida sobre como acessar a aula no site. Ela havia enviado um e-mail depois das 20h e já estava desesperada  cobrando resposta: “Mandei e-mail e ninguém me respondeu!”.

Tentei ajudar passando as instruções de acesso e lembrando que um e-mail automático com todas as informações é enviado quando a compra é realizada no site.

Ela agradeceu, pediu desculpas e se justificou: “É que eu sou muito ansiosa e preciso começar logo o Personal Training porque esse é o concurso da minha vida e eu tenho que passar!”.

Dei a dica para que ela começasse com outro Personal Training – o do Controle da Ansiedade ou o Zen –, ou, até mesmo, com o curso Tira-Neura Pré-Prova.

Esses cursos em vídeo, que acompanham webinários ao vivo e tira dúvidas ilimitado via e-mail, têm várias ferramentas de Coaching específicas para eliminar os fatores que provocam a ansiedade (medo, culpa, raiva, cobranças internas e externas excessivas, perfeccionismo, preocupações, impaciência etc.) e viver uma vida mais leve.

Ela imediatamente disse que não tinha tempo a perder para aprender a lidar com a ansiedade e que tinha que parar de se autossabotar e começar logo a ter disciplina: “Às vezes eu nem estudo porque acho que é perda de tempo”.

Caiu a minha ficha! As pessoas querem resolver o problema e o problema (nessa caso a indisciplina) é apenas a consequência de um outro problema: a ansiedade.

A ansiedade é o cupim da disciplina. Ela pode promover um gasto de energia emocional inútil absurdo. Uma hora de ansiedade cansa muito mais que uma hora de trabalho ou estudo!

SEM TEMPO PARA RESOLVER OS PROBLEMAS INTERNOS

As pessoas vivem tão apressadas com a vida, sob uma pressão do imediatismo pela ‘sociedade perfeitamente instantânea’ que aparentamos viver, onde tudo precisa ficar 100% pronto agora, que elas não param um minuto para cuidar de si mesmas.

O foco é demasiadamente nos objetivos e se esquece de cuidar do principal que vai te levar à realização deles: você! Se você não está bem, nada vai bem.

EU NEM ME LEMBRO O QUE ME DEIXA IRRITADO(A)

Às vezes eu vejo as pessoas irritadas e quando eu pergunto porque elas estão tão ansiosas, nervosas, angustiadas ou preocupadas, elas nem conseguem se lembrar do porquê que estão daquele jeito.

Os fatores que levam à ansiedade vêm – como a raiva, medo, culpa, cobrança, preocupações –, mas, como não paramos um minuto para tentar entender e resolver o que nos aflige, nós simplesmente experimentamos, inutilmente, ignorar a ansiedade e nos mantermos na maratona em busca do sucesso.

A pior forma de resolver um problema é fingir que ele não existe. E para resolver um problema, ele precisa ser compreendido.

FALANDO SOBRE RESOLVER O PROBLEMA…

Aquela Coachee que eu citei no início desse artigo acabou me contando que, pela culpa de ainda não ter sido aprovada, pela culpa das reprovações acumuladas, pelo culpa do tempo que já se passou e ainda não deu certo, foi gerado o medo da reprovação.

As pessoas se culpam e se sentem incompetentes, incapazes e até com vergonha dos seus insucessos pois elas aprenderam a se cobrar muito, a exigirem muito de si mesmas, sem tolerância com os próprios erros, se comparando com outras pessoas e até com o imediatismo e a impaciência de não saber lidar com os próprios erros com gentileza, entendendo que eles fazem parte natural do processo evolutivo para o acerto.

E TOME PRESSÃO!

Além da culpa que gerava o medo de mais um fracasso, a pressão e a cobrança interna excessivas só aumentavam pois aquele concurso seria para o cargo dos sonhos dela, na cidade dos sonhos dela e só daqui a 500 milhões de séculos teria outro eclipse lunar dessa magnitude, reunindo tantas características únicas do “concurso da vida dela”.

AUTOSSABOTAGEM

Ansiedade = Causa

Indisciplina – Consequência

Se você quer ser mais disciplinado, você jamais conseguirá isso de forma plena sem antes aprender a lidar com a ansiedade.

É como querer correr carregando pesos extras: por mais que você se fortaleça para agir, sempre terá um resultado muito inferior pela existência da ansiedade.

Mais ansiedade = menos disciplina:

  1. Culpa: reprovações e o tempo que já se passou e ainda não deu certo;
  2. Medo: sentimento de incapacidade e incompetência pela culpa;
  3. Cobrança pelo concurso dos sonhos: “eu tenho que passar! ”;
  4. Perfeccionismo: “Por mais que se estude, nunca é suficiente!” (provocado pelos itens 1,2 e 3);
  5. Desmotivação: provocada pelo perfeccionismo, a falta de auto-valorização;
  6. Redução do descanso: para compensar o baixo rendimento por conta do cansaço;
  7. Cansaço e baixo rendimento: como não se permite descansar, o cansaço acumulado cresce;
  8. Mais desmotivação: rendendo cada vez menos e sentindo muito cansaço e sono durante os estudos.

Um abraço do amigo,
Coach Felipe Lima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>